Projeto de lei

Deu na coluna “Repórter Brasília”, do Colunista Edgar Lisboa, no Jornal do Comércio do RS:

A deputada Manuela D’Ávila (PC do B-RS) apresentou projeto de lei para tornar obrigatória a reserva de espaço para estacionamento gratuito de bicicletas em áreas públicas e privadas, como por exemplo, parques, shopping centers, supermercados, escolas, faculdades, agências bancárias, hospitais, museus e indústrias. Quem gostou da idéia foi o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) que por diversas vezes se deslocou de sua casa até à Câmara Federal em sua “bike”. Atualmente, Gabeira não utiliza mais sua bicicleta como meio de transporte oficial, pois, segundo ele, “o trânsito de Brasília não permite”. Surge, então, uma nova necessidade: criar ciclovias para que a população possa pedalar livremente pelas ruas brasileiras.

Seriam minhas preces atendidas. Mas, acrescento, Edgar: mais que ciclovias, motoristas têm de enxergar ciclistas e pedestres como trânsito, e compartilhar a ocupação das ruas. Por lei, a ultrapassagem deve ser feita a 1,5 m de distância do ciclista. Quando estou em rua movimentada, me aproximando de um sinal vermelho, os carros vêm sem dó se encaixando perto do meio-fio, sempre mais rápido do que deveriam, e a sensação é que eles literalmente se jogam em qualquer espaço livre. Dá medo. Mas, com cuidado, a gente vai cavando nosso espaço (e não a nossa cova).

Anúncios